Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Imprensa > Notícias > Secretaria de Saúde de Barra Mansa orienta pais e estudantes sobre como se protegerem durante o verão
Início do conteúdo da página

Secretaria de Saúde de Barra Mansa orienta pais e estudantes sobre como se protegerem durante o verão

Publicado: Sexta, 01 de Fevereiro de 2019, 17h34 | Última atualização em Sexta, 01 de Fevereiro de 2019, 17h34

Usar roupas leves e claras, abusar de protetores solar, ingerir frutas e líquido e uma alimentação saudável são apenas algumas orientações do órgão

Com o início das aulas programado para esta terça-feira (05), a equipe do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (Nasf), através da Secretaria de Saúde de Barra Mansa faz um importante alerta aos pais e responsáveis dos estudantes. Tendo em vista que no período do verão as temperaturas térmicas ultrapassam 40º Celsius, entre 10h e 15h, o órgão orienta que as crianças usem roupas leves e de cores claras, além de ingerir bastante líquido e abusem do protetor solar.

Para o coordenador do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (Nasf), Wesley Abel, a maior preocupação dos responsáveis devem ser em torno da alimentação e da hidratação dos pequenos, principalmente no período do verão. “Essa época do ano surgem vários tipos de doenças, inclusive nas crianças. Evitar refrigerante, suco industrializado, comida pesada e biscoito recheado, pode evitá-las”, garantiu.

Wesley ainda afirmou que as crianças em fase de aprendizado precisam de nutrientes saudáveis para que desenvolvam o intelecto. “Nunca deixar a hidratação de lado. Temos frutas como a melancia, abacaxi, laranja, que são ricos em vitaminas e água. Levar para a escola uma garrafinha de água também é uma orientação que sugerimos”, finalizou o coordenador do Nasf.

Outra preocupação do núcleo é em relação ao peso da mochila. De acordo com a Sociedade Brasileira de Ortopedia, o peso máximo deve equiparar a 10% do peso corporal. E se for ultrapassado, o correto é substituí-la por uma mochila de rodinha.   

Foto: Divulgação

registrado em:
Fim do conteúdo da página