Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Imprensa > Notícias > Defesa Civil de Barra Mansa orienta moradores a cadastrarem CEP no sistema de alerta de riscos
Início do conteúdo da página

Defesa Civil de Barra Mansa orienta moradores a cadastrarem CEP no sistema de alerta de riscos

Publicado: Quarta, 23 de Janeiro de 2019, 18h55 | Última atualização em Quarta, 23 de Janeiro de 2019, 18h57

Usuários podem cadastrar mais de um Código de Endereçamento Postal para receberem mensagens sobre riscos de alagamentos e deslizamentos

 A Defesa Civil de Barra Mansa está orientando os moradores a cadastrarem o CEP (Código de Endereçamento Postal) de seu interesse para receberem informações sobre riscos de alagamentos ou deslizamentos pelo sistema de alerta do órgão. O processo é simples. Basta enviar uma mensagem de texto para o número 40199 com o CEP que o usuário deseja cadastrar. É possível cadastrar mais de um CEP.

Segundo informações do coordenador da Defesa Civil, Sérgio Mendes, o Serginho Bombeiro, o município uma população estimada em 185 mil habitantes e desse total aproximadamente 25% já estão cadastrados no sistema.  “O serviço é gratuito e tem o objetivo de alertar a população, principalmente neste período das chuvas de verão. O sistema oferece aos cidadãos a chance de terem, diretamente em seus telefones, as condições e alertas para tomarem providências rápidas e evitar que sejam atingidas por desastres naturais”, destacou Serginho.

O cadastro tem início com a seguinte mensagem: "Defesa Civil Nacional informa: novo serviço de envio de SMS gratuito com alertas de área de riscos. Para se cadastrar responda para 40199 com CEP de interesse". Ao responder indicando o CEP, o celular do usuário passa a receber alertas da Defesa Civil. A qualquer momento, também é possível cancelar o serviço por mensagem de texto.

Estado de alerta foi decretado em novembro                   

Em novembro de 2018, a Prefeitura de Barra Mansa decretou Estado de Alerta, medida de caráter preventivo, que se estende até o fim de março e envolve todos os setores da administração municipal, principalmente a Susesp (Superintendência de Obras e Serviços Públicos), a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, Desenvolvimento Rural, Planejamento Urbano, a própria Defesa Civil e o Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto).

De acordo com Sérgio Mendes o plano traça ações e respostas para situações de desastres naturais, com assistência imediata as famílias afetadas por situações de anormalidade que eventualmente venham ocorrer no município. “Barra Mansa tem duas características marcantes: os rios e os morros. Esse fato faz com que todo o território do município seja considerado como possível área de risco. Porém as localidades que concentram maiores riscos de deslizamentos são os bairros Santa Rita da Dutra, Metalúrgico, jardim Guanabara e Boa Vista 1, 2, 3 e 4. Já as áreas mais propensas a alagamentos são os bairros Nova Esperança, Boa Sorte, São Luiz, Piteiras e parte do Centro da cidade”, afirmou o coordenador.

Ele ainda disse que o número de ocorrências registradas no início de janeiro de 2019, se comparado ao mesmo período do ano passado, diminuiu. Isso se deve ao trabalho preventivo realizado de maneira permanente, como a dragagem do Rio Barra Mansa, a limpeza do Rio Turvo, no distrito de Amparo e do Córrego das Laranjeiras, na Vista Alegre. Todo esse serviço foi efetuado através de parceria entre o município e o Instituto Estadual do Ambiente. O Saae ampliou o serviço de coleta seletiva solidária, o que impacta positivamente na redução do lixo urbano. A Defesa Civil também intensificou a fiscalização sobre as intervenções realizadas em encostas. “Neste sentido a população tem sido de fundamental importância para denunciar o corte irregular de encostas, situação que acontece com maior frequência nos bairros Santa Rita da Dutra, Metalúrgico, Getúlio Vargas e Vila Coringa”, concluiu Sergio Mendes.

As denúncias podem ser efetuadas de maneira anônima pelos telefones 199 ou 3028-9370. A Defesa Civil atua 24 horas por dia, em regime de plantão.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página