Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Imprensa > Notícias > População de BM deve procurar o Procon em caso de falta de energia elétrica, afirma gerente
Início do conteúdo da página

População de BM deve procurar o Procon em caso de falta de energia elétrica, afirma gerente

Publicado: Quinta, 17 de Janeiro de 2019, 19h42 | Última atualização em Quinta, 17 de Janeiro de 2019, 19h45
 
Constantes interrupções no fornecimento de energia pela Light estão gerando transtornos e prejuízos aos moradores, comerciantes e ao setor público de Barra Mansa; vários bairros enfrentam problemas por conta da concessionária de energia elétrica 

 

O gerente do Procon de Barra Mansa, advogado Felipe Goulart, está orientando os consumidores do serviço de energia elétrica de Barra Mansa, que são atendidos pela Light, a procurar o órgão em caso da falta, queda ou interrupção no fornecimento do serviço. Segundo Felipe, desde novembro de 2018, Barra Mansa vem sofrendo com os constantes picos de energia.

- São vários os problemas que ocorrem devido à falta no fornecimento de energia como, por exemplo, eletrodomésticos danificados, aparelhos de uso vital como home care sem condições de funcionamento. Os comerciantes estão amargando grandes prejuízos, tudo por que a Light presta um péssimo serviço ao cidadão de Barra Mansa – disse Felipe.

O gerente do órgão de Defesa do Consumidor de Barra Mansa alerta que a falta de energia elétrica compromete não somente o comércio e o dia a dia das pessoas, mas também coloca em risco as vidas dos cidadãos.

 - Até vidas estão em risco quando o fornecimento é interrompido, sendo importante salientar que muitos destes problemas são crônicos e que não existe necessidade de uma chuva forte para que o fornecimento seja interrompido. Em diversas áreas da cidade qualquer tipo de chuva já é o suficiente para a interrupção do fornecimento – explica o advogado.    

Os serviços públicos também sofrem grandes prejuízos. Todos os dias, os semáforos da cidade são danificados com as quedas de energia. “Não somente os sinais e semáforos, mas também os postos de saúde são afetados, os prédios públicos, as escolas”, disse Felipe.

Para o gerente do Procon, é importante que os moradores dos bairros mais afetados, como Centro, Região Leste, os distritos de Amparo, Floriano, Rialto, Antônio Rocha, e ainda diversas localidades da cidade procurem o órgão para que seja consolidada uma reclamação coletiva contra a concessionária que fornece energia elétrica para Barra Mansa – neste caso, a Light.

 

 
registrado em:
Fim do conteúdo da página