Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Imprensa > Notícias > Hospital da Mulher de Barra Mansa realiza reunião sobre fluxo de pré-natal
Início do conteúdo da página

Hospital da Mulher de Barra Mansa realiza reunião sobre fluxo de pré-natal

Publicado: Quinta, 06 de Fevereiro de 2020, 19h49 | Última atualização em Quinta, 06 de Fevereiro de 2020, 20h13

 Ação contou com a participação da diretoria e equipe médica da unidade, além de supervisores da Atenção Básica de Saúde

 

A Prefeitura de Barra Mansa, através da Secretaria Municipal de Saúde, realizou na manhã desta quinta-feira, 06, um encontro no Hospital da Mulher, com o objetivo de alinhar o atendimento pré-natal para o ano de 2020. Durante o encontro, foram abordados diversos assuntos voltados para as gestantes, através de palestras e atividades. Participaram a direção da unidade, médicos e coordenação de programas de atenção integrada do município.

Na pauta da reunião foram debatidos os seguintes assuntos, acordados com a programação do PNAR (Pré-Natal de Alto Risco) 2020: critérios para a estratificação do risco obstétrico na Atenção Básica; fluxo de encaminhamento para a marcação de consultas no NIR (Núcleo Interno de Regulação); classificação das prioridades pelo NIR; agendamento das consultas; e monitoramento das gestantes no território de origem. Além destes temas, foi colocada em pauta a capacitação dos enfermeiros que realizam o pré-natal na rede de Atenção Básica.

A diretora geral do Hospital da Mulher, Fernanda Chiesse, pontuou o foco da atividade. “Convocamos esta reunião para aperfeiçoarmos nossas ações no PNAR. Pretendemos realizar estes encontros mensalmente para estarmos sempre em comunicação com a rede e melhorarmos os atendimentos as gestantes”, frisou Fernanda.

A coordenadora do Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher, Criança e Adolescente (PAISMCA), Williana Cardoso, ressaltou a importância de a gestante fazer um pré-natal seguro e ter um acompanhamento clínico adequado. “A realização do pré-natal de qualidade é de extrema importância para prevenção e detecção precoce de patologias para mãe e filho, reduzindo os riscos durante a gestante, permitindo qualidade na gravidez e no parto”, destacou Williana.

Segundo o último levantamento feito pelo o setor de epidemiologia do município, Barra Mansa possui cerca de 2.332 gestantes, destas 1.796 (77%) são usuárias do SUS, com um quadro de 1.527 (85%) gestantes de risco habitual e 269 (15%) gestantes de alto risco.

registrado em:
Fim do conteúdo da página