Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Imprensa > Notícias > Médicos e enfermeiros da rede de Saúde de Barra Mansa recebem capacitação em puericultura
Início do conteúdo da página

Médicos e enfermeiros da rede de Saúde de Barra Mansa recebem capacitação em puericultura

Publicado: Quinta, 19 de Dezembro de 2019, 17h51 | Última atualização em Quinta, 19 de Dezembro de 2019, 17h51

 Demanda foi apontada como prioridade por médicos e enfermeiros das UBSs. Capacitação teve como objetivo a atenção integral à criança de até dois anos de idade

 

A Secretaria de Saúde de Barra Mansa, através do Cempes (Centro de Medicina e Projetos Especiais), promoveu nesta quinta-feira, 19, a capacitação em puericultura (subespecialidade da pediatria que se preocupa com o acompanhamento integral do processo de desenvolvimento infantil) para aproximadamente 100 profissionais, entre médicos e enfermeiros, que atuam nas Unidades Básicas de Saúde do município. A iniciativa foi realizada no Parque Natural Municipal de Saudade e contou com as presenças do diretor de Qualidade da H&H Serviços de Treinamento Profissional e Apoio à Gestão, João Paulo Reis Velloso Filho, e da ex-chefe de pediatria do Hospital Federal dos Servidores do Estado e também responsável pelo setor de puericultura da unidade médica durante 34 anos, Glória da Costa Cavaleiro.  

 

Na abertura do encontro, João Velloso explicou que após pesquisa realizada nas 40 UBSs envolvendo as demandas da área da Saúde, a puericultura foi indicada como prioridade. “Por isto, o nosso encontro de hoje é focado neste assunto”.

 

Glória da Costa relatou sua experiência frente ao setor de puericultura no Hospital do Servidor e disse entender que é uma área que atua preventivamente, com o foco no bem-estar físico, mental e social das crianças. Disse ainda que sua abordagem seria específica para bebês de até dois anos de idade. “A puericultura acolhe todas as crianças, promovendo e protegendo sua saúde através de uma atenção integral. Para isso, demanda um acompanhamento periódico e sistemático dos profissionais de saúde para avaliação do crescimento e desenvolvimento, atualização do esquema vacinal, entre outras. Também verifica o universo que permeia o mundo do paciente em atendimento. Para isso, é fundamental verificar o contexto familiar”.

 

Ela ainda acrescentou a importância se qualificar os profissionais para realizar e traçar um roteiro de atendimento que proporcione à criança uma assistência humanizada e resolutiva, reconhecendo fatores de risco e intervindo de forma eficiente.

 

Segundo dados do secretário de Saúde, Sérgio Gomes, Barra Mansa tem atualmente cerca de 4,3 mil crianças com idade até dois anos de idade. “Nas Unidades de Saúde realizamos aproximadamente 1,2 mil atendimentos/mês para este público. Por isto, a importância desta capacitação. É uma forma de melhorar o atendimento prestado à criança e por extensão, aos familiares, já que através da puericultura, o médico e o enfermeiro têm condições de detectar precocemente distúrbios psicomotores, nutricionais ou de crescimento, por exemplo, antes que eles cheguem a causar prejuízos irreversíveis. Por se trará da detecção precoce de problemas, o serviço de puericultura se diferencia do diagnóstico e do tratamento clínico. Por meio da observação atenta ao histórico de desenvolvimento da criança, é possível diagnosticar falhas ou atrasos do desenvolvimento em áreas específicas, e intervir assim que essas alterações forem detectadas”, concluiu Sérgio Gomes.

registrado em:
Fim do conteúdo da página