Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Imprensa > Notícias > Espetáculo de dança encanta alunos da Educação Especial em Barra Mansa
Início do conteúdo da página

Espetáculo de dança encanta alunos da Educação Especial em Barra Mansa

Publicado: Segunda, 02 de Dezembro de 2019, 20h40 | Última atualização em Segunda, 02 de Dezembro de 2019, 20h40

Dançarinos do Instituto Universo Acreditar se apresentaram para crianças, jovens e adultos do Cemae e Apae

 

A tarde desta segunda-feira (2) foi especial e mágica para aproximadamente 100 alunos do Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado (Cemae) e da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Barra Mansa. O espetáculo “Mundo Encantado: a vida através do olhar infantil”, apresentado pelo Instituto Universo Acreditar, mostrou que, apesar das dificuldades encontradas no dia a dia, é possível se sentir especial.

Ao todo, 70 dançarinos com idades entre dois e 69 anos mostraram o mundo através do olhar dos contos de fadas e dos personagens das famosas histórias infantis. Para isso, utilizaram diversos tipos de danças, como break dance, balé clássico e jazz.

A vice-prefeita Fátima Lima prestigiou o espetáculo e apontou a importância das parcerias que atuam nas diversas esferas da sociedade. “Gostaria de agradecer ao Instituto Universo Acreditar, ao Cemae, a Apae e ao Projeto Música nas Escolas, porque se não for através de parceria, a gente não consegue realizar sonhos. Hoje estamos vendo que Barra Mansa, em todas as áreas, está somando forças, com profissionais, famílias e comunidade. A cada dia estamos percebendo a necessidade de caminharmos de mãos dadas para ter uma cidade melhor”, explicou.

Fátima ainda falou sobre sua contribuição e apoio para o surgimento do instituto. “Quando a gente sonha, precisamos ter quem sonhe junto conosco. Um dia, pessoas estavam idealizando um projeto para atender crianças e adolescentes e eu me uni. A gente queria proporcionar a eles uma coisa boa, diferente e que eles gostassem. Muita gente sonhando conseguiu fazer com que esse o sonho se tornasse realidade”, relembrou a vice-prefeita.

A diretora da Apae, Jaquelina dos Reis, destacou as expressões artísticas como fundamentais para a integração, socialização e desenvolvimento das pessoas com deficiência. “Os alunos da Apae gostam muito de tudo que é expressão e nós gostamos de valorizar tudo que é arte e cultura, uma vez que proporciona conhecimento e enriquecimento. A questão artística para a pessoa com deficiência é onde ela expressa mais o seu desenvolvimento. Quando tem um momento como esse, que a gente traz um instituto que realiza um trabalho interessante na cidade, em parceria com outros alunos com deficiência, vindos do Cemae, você tem essa integração, socialização, troca de experiências que mostram novas realidades aos alunos, além de encontrar os amigos e matar as saudades”, comemorou Jaquelina.

Sonia Pacciello é coreógrafa e diretora geral do espetáculo, além de membro do Instituto. Para ela, experiências como esta são fundamentais para a formação de um bom profissional. “Para os bailarinos do instituto, esta é uma primeira experiência. Apesar de termos tido uma criança portadora de deficiência em nosso grupo, elas não tiveram um contato tão direto, igual estão tendo hoje. Isso causa um enriquecimento tanto para nós, quanto para os professores e alunos presentes. Vai acrescentar e muito na vida deles”, expressou.

 A moradora do bairro Paraíso de Cima, Jaqueline de Fátima Silva, é mãe das dançarinas Caiana, de 13 anos, e Kaylan, de nove anos. Considerada a mãezona do grupo, ela acredita que eventos como esse propõe uma pluralidade importante na formação dos jovens. “Estou muito emocionada. A apresentação está sendo um aprendizado na vida de cada um deles, que vêm de uma periferia pequena que nunca havia tido um olhar diferenciado. Esse evento é uma das melhores coisas que aconteceu na vida deles. Nesses três dias de apresentações, eles têm aprendido bastante”, comemorou a mãe.

 O Instituto Universo Acreditar é uma ONG que trabalha com cultura, esporte e prevenção e combate ao uso de drogas, que em 2019 contou com o apoio da Prefeitura de Barra Mansa, através do Projeto Música nas Escolas, para ampliar o número de pessoas atendidas. A apresentação desta segunda-feira encerrou os três dias de espetáculos realizados na Apae de Barra Mansa.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página