Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Imprensa > Notícias > Alunos do Colégio Municipal Antônio Pereira Bruno realizam Tribunal do Júri Simulado
Início do conteúdo da página

Alunos do Colégio Municipal Antônio Pereira Bruno realizam Tribunal do Júri Simulado

Publicado: Quinta, 28 de Novembro de 2019, 20h40 | Última atualização em Quinta, 28 de Novembro de 2019, 20h40

Caso apresentado foi baseado na obra “Os Miseráveis” de Victor Hugo

 

O Fórum de Barra Mansa recebeu 86 alunos do Colégio Municipal Antônio Pereira Bruno, na manhã desta quinta-feira (28). Os estudantes do nono ano realizaram um Tribunal do Júri Simulado, onde o caso apresentado foi baseado na obra “Os Miseráveis” de Victor Hugo. O trabalho traz para a prática conhecimentos adquiridos nas matérias de Língua Portuguesa e Artes.

O projeto iniciou em fevereiro, passando pelo desenvolvimento da tese e ensaios. Através desse trabalho, os alunos desenvolveram práticas de texto, argumentos, dialética e pontos de vista. O objetivo é desenvolver um cidadão crítico, independente e diferente.

A professora de Língua Portuguesa, Sandra Gonzaga, explica a pluralidade do Tribunal do Júri Simulado e a escolha do tema. “A Língua Portuguesa e as Artes são linguagens afins, por isso, nós fizemos o trabalho em cima da obra "Os Miseráveis de Victor Hugo, que envolve contextos históricos e literários. Os alunos também fizeram uma apresentação artística de obra viva, representando a Revolução Francesa. É uma obra muito marcante, um clássico escrito quando Victor Hugo tinha 14 anos, a mesma idade que a maioria desses alunos tem agora”, explicou Sandra.

A construção do júri, dos argumentos e provas foram feitos pelos alunos, sem intervenção dos professores. Os ensaios de defesa e acusação aconteceram separadamente para que ninguém soubesse o que o outro grupo estava preparando.

O júri foi composto pelo juiz José Paulo Caetano, uma coordenadora de Língua Portuguesa e advogados. O projeto, liderado pelas professoras Sandra Gonzaga e Vanessa Carvalho, e pela diretora da unidade Silvania Paes começou em 2015 quando a Secretaria de Educação firmou uma parceria com o Fórum.

A aluna Isadora Lima contou sua experiência como advogada de defesa no Tribunal do Júri Simulado. “Foi uma experiência muito gratificante para todos nós. Assim como por parte da acusação e da defesa, foi um trabalho de equipe. Começamos fazendo as provas, os nossos textos, preparando as testemunhas. Foi um trabalho de profissionalismo e eu acredito que grandes advogados nascerão desse projeto”, contou a aluna.

registrado em:
Fim do conteúdo da página