Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Imprensa > Notícias > Na semana da Consciência Negra, Barra Mansa realiza seminário para educadores
Início do conteúdo da página

Na semana da Consciência Negra, Barra Mansa realiza seminário para educadores

Publicado: Sexta, 22 de Novembro de 2019, 19h13 | Última atualização em Quinta, 28 de Novembro de 2019, 18h18

Encontro debate as dificuldades históricas para lidar com a temática do preconceito e da discriminação racial no ambiente escolar

A Prefeitura de Barra Mansa, através da Secretaria de Educação em parceria com a Gerência de Promoção de Igualdade Racial (Gepir) e o Conselho Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (COMUPPIR), realizaram o “Seminário Relação Étnico-Raciais na Educação”. O evento aconteceu nesta sexta-feira (22), no Centro Educacional Integrado (CEI) Viera da Silva e reuniu professores do 4º e 5º ano das escolas municipais. Estavam presentes no local a vice-prefeita, Fátima Lima e o secretário de Educação, Fernando Vitorino.

O objetivo do encontro foi debater as dificuldades históricas de lidar com essa temática em sala de aula e esclarecer que a escola pode ser um espaço de manifestações racistas e discriminatórias, e para que isso não ocorra, é fundamental a participação e intervenção dos educadores.

O secretário de Educação, Fernando Vitorino, destacou o foco do encontro.  “O seminário é a culminância de uma série de projetos desenvolvidos durante o ano nas escolas, com foco na questão da diversidade de uma forma geral e principalmente da étnico-racial. Isso agrega em um processo de formação e esclarecimento sobre a cidadania, à convivência e a humanização das relações. A intenção é fomentar nos nossos jovens o respeito ao outro”, disse o secretário.

De acordo com a gerente da Gepir, Deviane Costa, o seminário é uma oportunidade para os educadores do município. “Os professores sempre nos questionam como abordar assuntos étnico-raciais em salas de aula, porque sempre há insegurança do que deve ser dito, pelo fato de se tratar de um tema sensível. Esse encontro é uma oportunidade para que eles possam ser elucidados”, esclareceu Deviane, que também comentou sobre a importância da lei municipal 3592, elaborada em 2006, por Rodrigo Drable, vereador naquela ocasião. “Essa lei trata da educação antidiscriminatória e anti-racista nas salas de aula e contribui na formação dos jovens das escolas municipais de Barra Mansa”, concluiu.

registrado em:
Fim do conteúdo da página