Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Imprensa > Notícias > Barra Mansa anuncia investimento na educação inclusiva para 2020
Início do conteúdo da página

Barra Mansa anuncia investimento na educação inclusiva para 2020

Publicado: Segunda, 11 de Novembro de 2019, 17h17 | Última atualização em Segunda, 11 de Novembro de 2019, 17h17

Escola Bilíngue, para surdos e Casa Azul, para alunos com autismo, estão previstas para serem implantadas no próximo ano      

A educação especial em Barra Mansa está prestes a dar mais um passo rumo à inclusão social. Na manhã desta segunda-feira (11), o secretário da pasta Fernando Vitorino, se reuniu com representantes do Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado (Cemae) e com a direção do Colégio Marcello Drable, para tratar da implantação da Escola Bilíngue, para alunos surdos, e da Casa Azul, para autistas. Na ocasião foi apresentado um pré-projeto dos investimentos que estão previstos para serem executados em 2020.

Fernando Vitorino, após ler o conteúdo do pré-projeto, parabenizou a iniciativa e garantiu que, Barra Mansa vai avançar ainda mais nas ações de inclusão social. “O trabalho que temos desenvolvido é extraordinário, isso faz uma diferença gigantesca na vida dessas pessoas. Ainda temos muito a avançar nesse contexto, mas estamos no caminho certo para alcançar nossos objetivos”, citou o secretário de Educação.

Para a coordenadora do Cemae, Sônia Coutinho, tanto a Escola Bilíngue, quanto a Casa Azul, serão ambientes de aprendizado, desenvolvimento e inclusão educacional dos alunos. “Nós já desenvolvemos um trabalho com alunos especiais que tem garantido um avanço social muito significativo. Hoje temos cerca de 150 alunos com autismo matriculados na rede, com a implantação vamos ter condições de ampliar ainda mais esse serviço”, disse.

A diretora do Colégio Municipal Prefeito Marcello Drable, Alessandra Carvalho Naves, explicou que os profissionais de educação passarão por uma capacitação entre novembro e janeiro para melhor atuarem na Escola Bilíngue. “Hoje contamos com 30 alunos surdos matriculados que já participam das aulas regulares inclusivas. A implantação de mais uma modalidade será de grande importância para o desenvolvimento dos estudantes especiais, assim como aos professores que serão preparados para esse desafio”, comemorou a diretora.

Casa Azul e Escola Bilíngue - Investimentos previstos para serem implantadas em 2020, a Secretaria de Educação está viabilizando um espaço para a Casa Azul, que foi cedido pela ArcelorMittal, na antiga Escola Parque, em Saudade. Já a Escola Bilíngue, no Colégio Municipal Prefeito Marcello Drable, no Ano Bom.

registrado em:
Fim do conteúdo da página