Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Imprensa > Notícias > VII Jornada Pedagógica da Educação Infantil é realizada em Barra Mansa
Início do conteúdo da página

VII Jornada Pedagógica da Educação Infantil é realizada em Barra Mansa

Publicado: Sexta, 08 de Novembro de 2019, 16h16 | Última atualização em Sexta, 08 de Novembro de 2019, 16h16

Cerca de 250 professores da Rede Municipal de Ensino participaram do encontro

 

A Escola Municipal Belo Horizonte, na Vista Alegre, sediou a VII Jornada Pedagógica da Educação Infantil, nesta sexta-feira (08). Cerca de 250 professores da rede municipal participaram da iniciativa, que tem como objetivo principal garantir o conhecimento para, posteriormente, ser colocado em prática nas unidades escolares do município. Com o tema Mochila das Descobertas, os profissionais se dividiram em cinco oficinas envolvendo as ciências.

O secretário de Educação de Barra Mansa, Fernando Vitorino, esteve no local, fazendo a abertura da atividade. “Esse é um trabalho desenvolvido com muita dedicação e empenho dos profissionais envolvidos. O foco da educação no município sempre será na melhoria do ensino e nosso objetivo é sempre capacitá-los e promover um momento em que eles possam trocar experiências e vivências em sala de aula”, expressou.

A gerente de Educação Básica Saionara Maciel ressaltou a interlocução entre os segmentos. “É importante que a Secretaria Municipal de Educação seja uma só e para isso a equipe dos diversos segmentos da rede precisa interagir e somar forças, como está acontecendo aqui hoje”, pontuou.

A assessora da Educação Infantil Helen Fernanda Machado explicou que o trabalho é desenvolvido pela equipe de assessoria e os aprendizados já estão inseridos no cronograma de ensino do próximo ano letivo. “Nós estamos plantando a semente para que em 2020 os professores coloquem em pratica o que está sendo desenvolvido. Hoje estamos trabalhando as ciências e notamos que há um grande interesse e participação dos envolvidos”, disse a assessora.

O professor de química e articulador de ciências, Lucas Peres Guimarães, foi responsável pela organização da atividade. Ele, que é professor dos anos finais, explicou que essa parceria entre os grupos é fundamental para que não haja rupturas no ensino. “Nosso objetivo não é tornar os alunos cientistas, mas sim estimular neles a capacidade de questionar e trabalhar diversas descobertas. Tudo gira em torno da ciência e a função do educador é sempre atiçar a criatividade deles”, frisou o profissional, que recebeu um convite para apresentar o projeto na instituição federal Pedro II, no Rio de Janeiro, no dia 30 deste mês.    

registrado em:
Fim do conteúdo da página