Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Imprensa > Notícias > Prefeito de Barra Mansa entrega Cinemateca em duas escolas do município
Início do conteúdo da página

Prefeito de Barra Mansa entrega Cinemateca em duas escolas do município

Publicado: Quarta, 14 de Agosto de 2019, 20h09 | Última atualização em Quarta, 14 de Agosto de 2019, 20h09

Projeto permite que alunos da rede municipal de ensino e comunidade tenham acesso ampliado à cultura. Acervo conta com 150 obras e inclui livro em braile

 

Nesta quarta-feira, 14, o prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable, acompanhado do secretario de Educação, Fernando Vitorino, do subsecretário de Educação, Ricardo Rosas e do analista de eventos do Grupo Komedi, Peterson Ricardo, inaugurou a Cinemateca das Escolas Belo Horizonte, no bairro Vista Alegre, e Leonísio Sócrates Batista, no Roberto Silveira. A iniciativa é composta por 150 livros diferentes de obras editoriais infantis, sendo um deles em braile, direcionado à educação de alunos com deficiência visual. Quarenta mídias de DVD socioeducativas e um sistema de projeção home theater também fazem parte do projeto. No total, mais de 500 estudantes usufruirão do projeto que visa auxiliar nas ações culturais e pedagógicas.

 

O prefeito Rodrigo Drable, destacou a importância do cinema e da leitura no enriquecimento cultural das crianças. “Desejo que vocês aproveitem muito essa cinemateca. O cinema traz cultura, conhecimento e nos diverte. Quero parabenizar as nossas professoras que fazem dessa escola um lugar especial, mas também aos pais, que são presentes na vida escolar de seus filhos e agregam valores positivos a comunidade”, disse o prefeito.

Na visão do analista de eventos do Grupo Komedi, Peterson Ricardo, que trabalha com gestão e produção de projetos culturais e esportivos, a cinemateca chega para auxiliar os professores nas aulas. “O principal objetivo do projeto é democratizar a arte e a cultura através da cinemateca, para que todos tenham um acesso com qualidade a esse bem cultural. A cinemateca agregar os recursos existentes da escola”.

Quem gostou muito da proposta foi Roglan Alves Honorato, 9 anos, aluno da Escola Leonísio Sócrates. Ele teve a oportunidade de descerrar a faixa que torna a cinemateca disponível para os alunos. “Fiquei muito feliz de fazer parte desse momento. Eu estudo aqui desde o ano passado e estou muito satisfeito com a qualidade de ensino e as boas amizades que fiz. Acredito que ter um cinema na escola vai nos ajudar no ensino e nos aproximar ainda mais”, comemorou o estudante.

A cinemateca é confeccionada em tubos de aço (metalon) 5cmx3cm, MDF 18mm revestido com grama sintética, laterais em MDF de 15mm, prateleiras internas em madeira maciça, telhado em telha ecológica material reciclável e estrutura em madeira maciça - Fiação e instalação elétrica para acendedor interno e ponto de energia exibição dos filmes, 1 projetor - 2 alto falantes 6x9 - 1 tela para projeção 1200x1000 cm - As portas são em MDF 15mm com dobradiça de pressão, abertura 180° puxador em pvc e fechadura com cadeado. Comunicação visual com adesivos impressos aplicados no revestimento externo. Dimensões: 270 cm altura, 300 cm largura, 200 cm profundidade.

A iniciativa e patrocínio do projeto são da MRS Logística, por meio do Ministério da Cultura e Lei de Incentivo à Cultura, com produção do Grupo Incentivar e apoio da Prefeitura.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página